Cannabis
Medicinal

O QUE É CANNABIS?

Cannabis sativa L. é uma espécie de planta pertencente à família Cannabaceae, do gênero Cannabis.

Existem diversos nomes populares que diferem de acordo com a finalidade de cultivo da planta. Normalmente são chamadas de maconha as plantas que são cultivadas para fins recreativos (drug-type) e que, portanto, possuem um índice de THC elevado. E são chamadas de cânhamo as plantas que são cultivadas para outros fins (fiber-type): religiosos, alimentícios, produção de fibras, têxteis e, como são plantas com baixo índice de THC, também são utilizadas para fins terapêuticos.

 

MAS A CANNABIS PODE SER MEDICINAL?

Sim. O pesquisador israelense Raphael Mechoulam, da Hebrew University of Jerusalem, e sua equipe foram os primeiros a isolar os componentes da Cannabis – os chamados canabinoides – e a descrever suas interações com os seres humanos. Mechoulam e seus colegas descobriram que o nosso organismo possui receptores específicos para essas substâncias, o que descreveu como “sistema endocanabinoide”. Assim, através das ligações com esse sistema no corpo humano, os canabinoides podem apresentar propriedades antieméticas, analgésicas, anticonvulsivantes, antiespásticas, entre outras.

 

O QUE SÃO CANABINOIDES?

Os canabinoides são um grupo de compostos químicos terpeno-fenólicos, que mostram afinidades com os receptores canabinoides. Possuem ação no organismo humano por meio do sistema endocanabinoide tanto de forma direta – por meio da ligação destes aos receptores; quanto de forma secundária – ativando outras vias de comunicação intracelular.

Foi entre os anos 1930 e 1940 que a estrutura química do primeiro canabinoide foi descoberta com sucesso, o THC.

Os canabinoides podem ser diferenciados canabinoides endógenos (endocanabinóides) e canabinoides exógenos (fitocanabinoides e canabinoides sintéticos).

 

O QUE É CBD?

O canabidiol, mais conhecido como CBD, é um fitocanabinoide que não possui efeitos psicoativos e é uma molécula com amplo espectro terapêutico, possuindo propriedades anti-inflamatórias, antipsicótico, antioxidante, neuroprotetor, anticonvulsivantes, ansiolíticas, analgésicas, relaxante muscular, antineoplásico e antieméticos. Possui ação antagonista nos receptores CB1 e baixa afinidade com os receptores CB2.

 

O QUE É THC?

O tetrahidrocanabinol, mais conhecido como THC, foi o primeiro fitocanabinoide isolado e com a estrutura química identificada, em 1964. O THC possui ação psicoativa e suas aplicações farmacológicas possuem uma ampla variedade terapêutica, como analgésico, relaxante muscular, antiemético, estimulante do apetite, imunomodulador, anticonvulsivante e antiinflamatório. Este fitocanabinoide age principalmente como agonista dos receptores CB1 e CB2.

 

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO CBD PARA A SAÚDE?

Nas últimas décadas, o CBD tornou-se foco de vários estudos experimentais, revelando um amplo espectro de propriedades farmacológicas, como ação analgésica e imunossupressora, com efeitos sobre os distúrbios de ansiedade, do movimento, bem como no tratamento dos sintomas decorrentes da epilepsia, dor crônica, autismo, entre possíveis outros.

 

O USO TERAPÊUTICO DA CANNABIS É PERMITIDO NO BRASIL?

Sim. No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou desde 2015 o uso medicinal do CBD e de outros derivados da Cannabis sativa.

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades e informações sobre esse tipo medicamento.

CADASTRO DE
MÉDICO